segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

TERAPIA FLORAL E EMOÇÕES



bem vindos a 2008 - e como prometi o blog tem novidades! Novos escritores e o primeiro texto é da Enfermeira Especialista em Terapia Floral Maria Francisca. Veja abaixo:
Classificada como terapia complementar, a Terapia Floral atua no indivíduo promovendo um estado de harmonia em todo o seu Ser, através do uso de essências de flores.
Sabe-se que desarmonias emocionais, mentais e espirituais se manifestam como doenças no corpo físico. Exemplos de desarmonias são: o medo, a depressão, baixa auto-estima, insegurança, descontrole emocional, ressentimento, apego, dificuldade de comunicação, entre outros. É tratando as causas das doenças que a Terapia Floral promove a recuperação da saúde. Isto ocorre através da conscientização dos conflitos, bem como do resgate do amor e das virtudes que existem dentro de cada indivíduo.
Sabe-se que o tratamento e cura de doenças através das flores datam de época muito remota, em torno de quinhentos mil anos atrás, nas civilizações de Lemúria e Atlântida.
Na década de trinta o médico inglês Edward Bach reintroduziu a Terapia Floral, e criou o sistema Florais de Bach. Dr. Bach ensina que se deve tratar o indivíduo, e a doença é expulsa com a recuperação da saúde. Também diz que os efeitos nos guiam até a verdadeira causa da doença.
Hoje a Terapia Floral é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como uma terapia vibracional complementar. Está difundida por todo o Planeta, e tantos são os sistemas florais no Brasil e em muitos outros países, que se torna muito difícil estimar o número total de essências existentes.
No caso de a pessoa estar em tratamento médico, deve manter a medicação em uso, já que, por ser uma terapia complementar, não apresenta incompatibilidade alguma com medicamentos convencionais.



Maria Francisca do A. Oscar
Enfermeira – CorenRS 16797
Terapeuta Floral – ARTFLOR 215/06
Fone: (51)3226.5316
e-mail: mfrancis_49@yahoo.com.br

Nenhum comentário: