quarta-feira, 26 de setembro de 2007

RITUAL DA LUA CHEIA DE VÊNUS - RITUAIS DO AMORRRRRR



Dica de Bruxa dia 26.09.07

Ritual da Lua Cheia de Vênus
RITO ANUAL DO AMOR!

Esta é a lua mais importante do ano pagão, para rituais do amor! Neste dia – HOJE, e até depois de amanhã, ou seja, o terceiro dia, realizamos os rituais mais poderosos para amor. Criamos pós, imantamos amuletos, realizamos casamentos, fazemos rituais e todo o tipo de sorte para atrair, limpar, proteger e espalhar amor. Eu vou fazer um pó de amor de amor da Vênus, que terá para vender no Instituto Kainnon.

Ritual: Este ritual é simples, mas não pensem que rituais simples, que não invocam entidades, demônios e outras parafernalhas não tem poder, o que define a ficácia de uma ritual é sua precisão e quem o opera, assim o que divulgo aqui é simples, que não causa mau a ninguém, e pode ser executado por quem não conhece magia, mas tem eficácia direta e poderosa, assim é o que pode-se chamar de magia útil!

Material: Um bolo em forma de lua cheia (redondo), um quartzo rosa, uma rosa ou lírio branco, incenso de flores, velas cor de rosa, e de preferência executá-lo ao meio dia, se não der faça depois de amanhã, dia 28 que é sexta-feira dia de Vênus às 6 da manhã. Se conseguir uma vela de um casal abraçado, ok, mas se não conseguir então uma imagem que lhe lembre o amor que deseja serve (sem o rosto de alguém conhecido para não virar sortilégio de amarração, pois NÃO FAÇO ISSOOOOOO!)

Modo de fazer:

Na hora certa, lance seu círculo, ou cerque-se de pétalas de rosa formando um círculo em torno de você pedindo proteção a Deusa, ao Poder Superior do Universo. (Lembre-se antes de ter anotado no seu Grimório ou num papel o que vai executar neste ritual, pois serve para tudo ligado ao amor). Então sente-se e relaxe sua mente. Tente lembrar-se de um momento de profundo amor (quem não sente o amor não pode fazer rituais a Vênus, que dá problema – o ideal é que você seja do tipo compassivo, caso seja do tipo guerreiro e furioso, não se meta, peça para alguém fazer para você). Sinta-se envolvido por uma névoa rosa, cheia de um amor profundo (este amor pode ser de amigo (a), pode ser por criança, pode ser pelos pais, pode ser por filho, e até por alguma coisa ou lugar - o requisito é sentir amor). Como diria Sai Baba: “o importante é abrir o coração como um grande caldeirão (essa eu adaptei – hihihi) para que a divindade o encha de suas bênçãos maravilhosas! Assim imagine seu coração como um grande caldeirão – um enorme caldeirão, onde Vênus deposita suas bênçãos de amor infinito. Depois você pode pedir a ela que aceite suas oferendas (lembra de mim tá, to precisando de um namorado novo: bruxo, bom caráter, inspirado, cheio de amor e luz, saudável que seja próspero e gente fina!) e lhe conceda o que pede. Se for uma água imantada então estenda sua mão sobre a água e diga: “Pelo poder de Vênus e do amor universal que esta água se transforme num elixir do Grande Amor: que traga amor a quem tomar, ao ambiente e às auras onde eu borrifar e curará o coração de quem precisar!”, se for para abrir caminhos ou trazer namorado novo...: Ofereça o Bolo e diga: Cara Vênus, te trouxe um doce e venho te pedir, abre meu coração, muda minha energia, muda minha programação, me faz atrair um amor honesto e que me faça feliz, me ajuda traz ele (ou ela) pra mim, que juntos construamos um mundo melhor e que para nós somente amor, bênçãos, sorte e harmonia vibrem na nossas vidas. Que seja perfeito para nós, que seja possível para todos, que seja, bom e duradouro, assim sempre se renovando mas sempre amando e feliz! Para proteção: Ofereça o quartzo rosa e segure-o firma nas mãos, feche os olhos imagine luzes entrando no seu coração e saindo pelas mãos e diga 7 vezes: Pelo poder de Vênus e do Amor Universal eu transformo este simples cristal em um amuleto de proteção de poder infinito, onde quer que esteja, onde quer que vá, e quem quer que o use terá seu amor próprio protegido, seu relacionamento amparado e seguro agora e para sempre, para o bem de todos – que assim seja! Lembrando a todos que proteger o amor, e´ contra energias e pessoas ruins, mas não livra ninguém do livre arbítrio da outra pessoa na relação, ou seja, às vezes não era pra durar mesmo, e devemos respeitar e buscar outra pessoa. Você pode inclusive abençoar outras pessoas dando o bolo para elas comerem depois ou pedindo as Vênus que as cure e abençoe, dizendo seus nome e endereços e vós alta. Ela também atua nas curas do coração físico, pois problema cardíaco é problema de amor, ou foi problema de amor, sempre. Encerre agradecendo. Credo, hoje eu escrevi pra caramba, ah! Mas amor nunca é demais, né? BJocas da Bruxa! Na seção abaixo tem mais sobre a Vênus e uma dica de festival!

Para os Covens e bruxos agrupados: FESTIVAL DE VÊNUS:

Junte seu povo, hoje ou sexta-feira, de preferência as 6, mas se não der, tenta ao menos que seja de dia! Enfeite tudo com flores, case alguém pelo poder da Deusa – pode ser alguém que já é casado mesmo, renove os votos de amor (Como? Um do Coven, ou guia, ou líder, passa uma fita rosa oito vezes em torno da mão dos noivos e diz: “Pelo poder da União do Deusa e da Deusa, pelo poder do infinito amor, com oito laços vos uno, com oito laços vos abençôo, com oito laços de felicidade e proteção, com oito laços de amor, que Vênus e todo o Universo lhes de poder divino a esta União, consagrada neste mundo e consagrado em muitos outros, pela vida e pela morte, com força e sorte, que assim se faça que assim sempre seja!). Pulem fogueiras, com cuidado é claro, encham uma mesa de doces, frutas e flores e comemorem invocando Vênus e Osatara – Deusa da Primavera, peçam amor para o mundo, que ta precisando muito, consagrem amuletos, dancem, juntos ajudem quem precisa de amor! Mas tudo tem que ser divertido e com muito respeito, o vinho deve se restringir a uma taça por pessoa, ok! O resto é suco mesmo! Bjocas mil e boa festa!

SOBRE VÊNUS:

Segundo o site: http://www.nomismatike.hpg.com.br/Mitologia/Venus.html

“Vênus é uma antiga deusa pré-romana da península itálica, ligada aos campos cultivados e jardins. Não há registro de que tenha sido venerada na Roma primitiva, governada pelos etruscos, mas entre os grupos latinos da península, no entanto, seu culto parece provir de tempos remotos. Em Roma, logo foi identificada com Afrodite, deusa grega do amor. Não se entende bem essa associação, talvez devida, em parte, à fundação de um templo romano em louvor de Vênus durante o festival de Júpiter (o Zeus grego, pai de Afrodite). Razão mais forte teria sido o acolhimento em Roma do culto a Afrodite, proveniente da cidade siciliana de Erice, resultado da identificação de uma deusa-mãe oriental com a divindade grega. Em 215 a.C., um templo foi consagrado no Capitólio a essa divindade híbrida, que se tornou conhecida como Vênus Ericina. Mais tarde o culto de Vênus difundiu-se por todo o Mediterrâneo. Como divindade romana, Vênus não tinha mitologia própria. Incorporou a de Afrodite e assim foi identificada com diversas deusas estrangeiras. Resultado notável dessa transformação foi o fato de seu nome ter sido dado a um dos planetas do sistema solar, inicialmente batizado com o nome da deusa babilônica Ishtar e, depois, de Afrodite. Associada ao amor e à beleza feminina, Vênus foi um dos temas preferidos na arte de todos os tempos.”

Saiba mais sobre Vênus e Afrodite no site: http://www.mundodosfilosofos.com.br/venus.htm

Nenhum comentário: